10 coadjuvantes que roubaram a cena em filmes de animação

Todo mundo sempre espera o melhor do protagonista, obvio! A trama, o roteiro, tudo gira em torno dele, mas as vezes alguns filmes nos surpreende e o coadjuvante acaba roubando a cena e tomando sem querer, a ênfase no filme que era para ser do protagonista. Depois de conhecer os 10 objetos que “roubaram a cena” dos filmes, conheça os 10 coadjuvantes que fizeram a mesma coisa no mundo da animação:

Procurando Nemo(2003)

dory

Quando se fala em “Procurando Nemo”, o que te vem primeiro a mente? O peixe palhaço? Ou o peixe de memória curta, chamado Dori? Claro que é a Dori! Fluente em “baleiês”, a peixinha Dory foi o grande destaque desse filme. O papel dela foi tão importante que muita gente já tentou falar “baleiês” e também já disse por aí um dos seus melhores bordões: “continue a nadar, continue a nadar”. Em 2015 está previsto um filme só para ela!

“UP-Altas Aventuras” (2009) 

dug

Ele não foi um simples cão nessas aventuras de “UP”, foi ele quem conseguiu deixar a animação mais leve e divertida com suas histórias mirabolantes, afinal não é qualquer cão que fala né?

“Shrek 2” (2004) 

gato-de-botas

O sucesso dele começou em “Shrek 2” e depois disso, ele se tornou um dos maiores destaques da franquia. O ponto chave foi acertar a medida certa entre a fofura e o humor. O gato de botas ganhou seu próprio filme em 2011, mas não foi tão bom quanto nos filmes do Shrek.

Carros (2006)
mate

Tem filmes que a gente sempre espera o personagem que vai fazer mais graça, pois os protagonistas ficam naquele chove não molha ou naquela coisa de derrotar o vilão e conquistar a mocinha e blá blá blá. Em “Carros” acontece isso, e o “Mate” o caminhão-reboque com todo seu estilo “carpira” de ser e sua voz engraçada conseguiu dar outra roupagem ao filme da Disney.

Meu Malvado Favorito 1 e 2 (2010 e 2013)

minions

No primeiro filme os ajudantes de Gru tiraram onda, aprontaram bastante e protagonizaram momentos épicos. Já no segundo filme toda essa coisa que eles tinham de encantar as pessoas foi potencializada. E pensa o quanto você morreu de fofura vendo o primeiro filme? Pensou? Pois bem! No segundo foi o dobro, pouco se falava dos outros personagens , tudo o que se dizia sobre “Meu Malvado Favorito 2” eram sobre os Minions.

A Bela e a Fera (1991) 

mobilia-encantada

Era pra servir como pano de fundo para toda a história de amor entre a Bela e a Fera. A mobília encantada, eram os empregados que foram transformados em objetos quando a maldição caiu sobre o príncipe, os mesmos não respeitaram o prognóstico esperado e foram os responsáveis pelos momentos mais animados do filme. O candelabro Lumière, o relógio Horloge, o bule Madame Samovar e a xícara Zip fizeram protagonizaram ótimos números musicais cheios de danças e etc.

Mulan (1998)

mushu

O dragãozinho vermelho que odeia ser confundindo com um lagarto, e o grande ajudante de Mulan, encantou o publico adulto e principalmente infantil durante o longa. Ele protagonizou momentos divertidos além de fazer algumas cantorias

Madagascar (2005) 

os-pinguins-de-madagascar

Nesse filme foi uma verdadeira disputa entre o Lêmur e os pinguins mais loucos de Madagascar, para ver quem roubava a cena dos personagens principais, como o Leão, a Girafa, as Zebras e etc. Mesmo com o hit “I Like to Move It” o lêmur não foi páreo para os pinguins. Capitão Kowalskim, Recruta e Rico fizeram a cabeça da moçada que assistiu ao filme. A frase “sorria e acene” ficou bem famosa e o sucesso foi tão grande que eles viraram série de animação para TV.

A Era do Gelo (2002)

scrat

A busca eterna por sua noz, fazia do pequeno esquilo “Scrat” uma espécie de “quebra gelo” do filme. Quando chegavam as partes mais paradas ele entrava em ação e você torcia para ele conseguir finalmente sua a noz, mas a vida era cruel e ele acabava se ferrando. Porém, protagonizando várias cenas hilárias.

Rei Leão (1994)

timão-e-pumba

Depois que o “Mufasa” morreu e seu mundo desabou, você não esperava mais nada daquele filme a não ser o sucesso do Simba. Eis então, que surge um Suricate e um Javali. Um chamado Timão e o outro Pumba  e assim o filme começou a dar uma reviravolta e o seus problemas você deve esquecer, isso é viver é aprender…” HAKUNA MATATA” O sucesso além do regime restrito de vermes suculentos e o bom humor renderam à dupla uma série de TV e um filme próprios.

Se você conhecer mais filmes de animações onde os coadjuvantes passaram a perna nos protagonistas(de uma forma benéfica, claro!) nos conte nos comentários, quem sabe rola uma segunda parte!


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.