Boku no Hero Academia

Mangá ganhará adaptação animada

 Há muito tempo os fãs do mangá “Boku no Hero Academia” (não confunda com Boku no Pico, pelo amor de Deus!) têm esperado um feedback positivo de seu criador, com relação a uma possível adaptação em anime do título. Em um tweet inesperado do criador dessa ilustre série Kouhei Horikoshi, ele deixou subtendido que haveria o anime sim, porém se equivocou e tão logo deletou o que havia postado, deixando os fãs aflitos. Posteriormente – mais necessariamente ontem, 06 de novembro -, a confirmação veio à tona e, finalmente, teremos Boku no Hero Academia em anime! O site oficial atualizou suas informações a respeito da equipe que trabalhará nisso, no qual conta com a direção de Kenji Nagasaki (Gundam Build Fighters), trabalhando para o renomado estúdio BONES. Os scripts ficam a cargo de Yosuke Kuroda (Jormungand, Gundam Build Fighters, Mobile Suit Gundam 00) e os desenhos serão de Yoshihiko Umakoshi (Sins Mushishi, Casshern), podendo notar facilmente a qualidade que terá essa adaptação como um todo.

boku-no-hero-academia-manga-ganhara-adaptacao-animada

Para quem não conhece nada da história e do plot curioso que o mangá traz, a série é de muita porradaria e comédia, inspirada nos comics e séries antigas. Conta a história do jovem Izuku Midoriya, um rapaz comum que tem o sonho de se tornar super-herói. Mas o que seria “normal” no mundo desse mangá? Ser superpoderoso! 80% da população mundial nasce com superpoderes, similar ao gene mutante dos X-Men. E como toda história com superpoderes, existem aquele que os usam para o mal e é aí que os “heróis” se fazem necessários, como parte da eterna trama entre o bem e o mal. Esses heróis precisam entrar em uma academia para desenvolver seus poderes, no intuito de defender o mundo. Izuku, visando realizar seu sonho, também anseia por isso, porém nasceu totalmente sem poderes, enquanto seus pais, curiosamente, possuem. Não possuindo a “individualidade” (que é como os superpoderes são chamados na série), Izuku não desiste do seu sonho e tenta se espelhar no seu super-herói favorito, o All Might. E, por uma coincidência ou não, ele se encontra com este último, dando início à história. Ao longo desta, mais personagens são incluídos, como toda boa trama envolvendo heróis.

02-min

Por ser um mangá baseado nos quadrinhos americanos, espera-se muito da versão em anime. Primeiramente por trazer um plot bastante interessante, com aquela velha jogada de superação, no qual o personagem principal em determinado momento traz uma reviravolta incrível à história. Somando isso à comédia embutida ali, Boku no Hero Academia há muito é ansiado e se o mangá já faz um sucesso enorme desde que foi lançado no Japão pela Weekly Shounen Jump em junho de 2014, a adaptação em anime – que está prevista para 2016 – promete bastante, unindo aspectos de outro país com os do oriente, em uma fórmula única de ação e comédia (com poderes!)

Gostou? Tem mais: Resenha – One Punch-Man | O soco devastador


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.