Presságios De Um Crime

Mais um brasileiro estreia bem em Hollywood

A safra de latinos trabalhando em Hollywood não é das melhores e essa situação está assim faz tempo. Temos poucos profissionais que se destacam nas produções hollywoodianas. Um estudo divulgado em 2014, mostra que os latinos são a minoria mais subrepresentadas nos filmes da indústria cinematográfica norte-americana e ele diz outros dados relevantes que você pode consultar aqui. Mas o que eu quero mesmo dizer é: que é difícil chegar onde alguns brasileiros chegaram como Fernando Meirelles e José Padilha, diretores que já estiveram à frente de grandes produções para a indústria.

Após ser cogitado como uma sequência de Seven – Os Sete Crimes Capitais (1995), Presságios De Um Crime teve que se tornar uma história independente depois que o diretor David Fincher interveio e fez a galera abandonar a ideia de dar sequência ao brilhante filme estrelado por Brad Pitt e Morgan Freeman. Após longos anos de trabalho dos três escritores, Ted Griffin, Peter Morgan e Sean Bailey, para aprimorar o roteiro – o brasileiro Afonso Poyart (2 Coelhos) foi chamado para assumir a execução do projeto e transformá-lo em um ótimo filme. Aliás, Hollywood não quer só dinheiro, quer a união de qualidade de material apresentado e como consequência o sucesso em bilheterias doméstica e também ao redor do mundo.

pressagios-de-um-crime-mais-um-brasileiro-estreia-bem-em-hollywood3

Presságios De Um Crime conta a história do investigador paranormal (uma espécie de mentalista), Dr. John Clancy (Anthony Hopkins), médico por formação que construiu uma carreira no FBI ao usar sua paranormalidade para solucionar crimes. Mas desde a morte da sua filha por leucemia, Clancy se isolou e não quis mais saber de solucionar os mistérios encontrados diversas vezes pelo FBI em cenas de crimes nos EUA. Mas esse isolamento foi passageiro, na verdade sempre é né? Uma pessoa que tem poderes como Clancy, jamais consegue viver em paz por muito tempo. Diante de uma série de crimes sem soluções e quase todos eles conectados de alguma forma, Clancy recebe a visita de Joe Merriweather (Jefrrey Dean Morgan) pedindo para ele dar uma olhada nos casos sem compromisso algum, ele queria apenas uma pista, ambos eram velhos amigos de profissão e Joe sempre confiou muito nele. O mentalista fica receoso ao aceitar em dar uma olhada no caso, mas pelos velhos tempos ele faria esse esforço. Ao dar uma folheada no caso, ele percebe que o assassino em série (Collin Farrell) tinha previsto o momento em que ele estaria de fato observando os casos, além da hora exata em que ele faria isso, o assassino também sabia o que ele estaria ouvindo e fazendo enquanto folheava as pistas das investigações. Ao tocar pessoas ou objetos, Clancy tem visões tanto do futuro quanto do passado e este é um dos poderes que ele utiliza nas suas investigações. E através dele, que o protagonista descobre que seu velho amigo Joe e sua parceira, Katherine Cowles (Abbie Cornish), corre um grande risco enquanto o assassino está à solta.

pressagios-de-um-crime-mais-um-brasileiro-estreia-bem-em-hollywood

Presságios De Um Crime segue a premissa dos filmes de suspense paranormal. Existe a cena de um crime misteriosa, geralmente os policiais “normais” não conseguem entender bulhufas do que foi feito ali, não existe nenhuma pista que indique quem foi o assassino e muitas vezes nem como o crime aconteceu e por isso existe a função do mentalista, fazer os agentes entenderem ou seguirem a mesma linha de raciocínio de como tudo aconteceu. Clancy tem esse poder e é através dele, é que tudo vai se desenrolar, mas o que muda aqui e o que torna o filme diferente do que você já viu é a visão de Poyart sobre o andar da carruagem.

pressagios-de-um-crime-mais-um-brasileiro-estreia-bem-em-hollywood6

Afonso Poyart utiliza de efeitos de filmagem e movimentação de câmera similares ao que vimos num dos melhores filmes de ação feitos no Brasil até hoje, 2 Coelhos. Os efeitos mais conhecidos como “Bullet-time”, por exemplo, técnica que ficou muito popularizada depois de Matrix – deu a dinâmica necessária ao enredo e faz com que o espectador não assista o mais do mesmo.

Veja também: Presságios De Um Crime | Confira entrevista com Afonso Poyart, diretor do filme

A trilha sonora tenta todo o tempo te colocar num clima de suspense e a intenção deste, é fazer com que você não respire e que você sinta um pouco do que basicamente os protagonistas estavam sentindo na trajetória na busca de respostas.

pressagios-de-um-crime-mais-um-brasileiro-estreia-bem-em-hollywood4

A fotografia não deixa a desejar e ao menos eles tiveram bastante tempo para executar a pós produção do longa. Ele foi rodado em 2013 e passou três anos para finalmente ser lançado. Isso não foi um problema em nenhum momento.

pressagios-de-um-crime-mais-um-brasileiro-estreia-bem-em-hollywood2

Mas como em todo filme, nem tudo são flores ou elogios. Por ter um roteiro escrito por outras pessoas, o diretor não teve muito o que fazer em algumas cenas e também em como a história andou a partir de certo ponto. Principalmente do terceiro ato em diante, onde toda a história de investigação e corrida atrás do serial killer cessa e entra a fase que eu chamei de “Flash vs Flash Reverso”. Pois o personagem Charles Ambrose (Colin Farrell) nada mais é que o reverso do Dr. Clancy. E nesse momento parece que o filme se perde. Até mesmo o corte final do longa não foi o escolhido pelo diretor, mas mesmo assim ele disse que gostou do resultado final. Assim como em 2 Coelhos, o desfecho de Presságios De Um Crime vai dar um nó na sua cabeça e isso ameniza um pouco os momentos de batalha entre os mentalistas.

pressagios-de-um-crime-mais-um-brasileiro-estreia-bem-em-hollywood8

Presságios De Um Crime tem uma direção corajosa, não é tão simples chegar em Hollywood e assumir um projeto com um elenco de peso como este. Principalmente dirigindo um dinossauro da industria como é Anthony Hopkins, mas o paulista até que mandou bem. O longa ainda tenta passar uma mensagem sobre pesos e valores morais, em contrapartida de sua premissa principal e ainda traz cenas de tensão psicológica que incrementam o suspense da película. Vale a pena ver como mais um brasileiro se deu bem em Hollywood e vale também, acima dos problemas encontrados, conhecer o que Presságios De Um Crime tem para contar.

Gostou? Tem mais:


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.