A evolução do mercado de jogos no Brasil
in

A evolução do mercado de jogos no Brasil

Veja como o mercado de games está em grande expansão no mundo, e o Brasil segue em constante crescimento nesse setor

É notável que o mercado de games vem crescendo a cada ano que passa; houve um tempo em que jogos de videogames eram somente associados a crianças e adolescentes, porém, nos tempos atuais, eles abrangem as mais diversas faixas etárias. A pandemia foi um grande pivô nesse crescimento atual, pois, com o isolamento social, causado pelo coronavírus, muitas pessoas recorrem aos games para se distrair nesses tempos em casa.

Segundo a Pesquisa Brasil Games 2020, mais de 70% dos brasileiros são adeptos a jogos eletrônicos, sejam eles em computadores, videogames ou celulares, sendo que 33,6% desse público está na faixa etária de 25 a 34 anos.

Esse mercado vem movimentando bilhões ao redor do mundo, conforme aponta a consultoria especializada Newzoo, que prevê um crescimento de 7,2% entre 2019 e 2023, superando uma receita de 200 bilhões de dólares ao ano.

Todo esse crescimento de público e renda vem atraindo muito investimento em startups de games. Na última década, foram investidos mais de 20 bilhões de dólares nesse segmento, sendo 1,3 bilhão somente em 2021.

O Brasil vem ganhando cada vez mais destaque no mercado internacional de games, porque nós somos o principal mercado da América Latina, com uma receita estimada em 11 bilhões de reais somente em 2021, e a projeção é de crescimento nos próximos anos. Além de o mercado nacional ser um grande consumidor de jogos desenvolvidos por grandes estúdios mundo afora, o Brasil vem se destacando também no desenvolvimento de jogos.

A evolução do mercado de jogos no Brasil

Somente no ano passado as exportações de jogos desenvolvidos em estúdios no Brasil cresceram 600%, representadas por um total de 140 empresas que participam do projeto Brazil Games, gerando uma receita de aproximadamente 2 bilhões de dólares. 

Recentemente, a Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames) anunciou que uma comitiva brasileira participou do maior encontro global de desenvolvedores de games, a CDG 2022. Os estúdios brasileiros participaram de 426 reuniões, sendo firmados mais de 283 novos contratos, que renderam 23 milhões de dólares aos estúdios nacionais. O resultado foi surpreendente e superou a meta inicial, de 18 milhões de dólares.

Outro exemplo da força do mercado brasileiro foi a recente confirmação que a Tencent, maior empresa de games do mundo, anunciou a abertura de um escritório no Brasil, com uma equipe totalmente nacional. A multinacional chinesa é dona de desenvolvedoras de jogos de muito sucesso por aqui, como League of Legends e PUBG Mobile. Em seu comunicado, a empresa ainda destacou um potencial crescimento do mercado e a importância do país e de seu mercado jovem, dinâmico e tecnicamente experiente.

Todo esse crescimento vem gerando uma demanda grande por profissionais qualificados para trabalhar no segmento de desenvolvimento de jogos. As áreas de programação, engenharia de produção, game designer, animador, level designer, produtor executivo, marketing, entre outras, estão em grande ascensão, e o mercado de jogos eletrônicos no Brasil vai precisar desses profissionais para continuar nessa grande expansão.

E aí, curtiu?

Escrito por Bruno Fonseca

Fundador e editor-chefe do PL. Jornalista apaixonado por quadrinhos, filmes, games e séries.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

God of War Ragnarok | Sony anuncia bundle com PS5

Como usar o bônus de rabona corretamente e com o máximo benefício?