Piratas do Caribe 5 ou 20,000 Léguas Submarinas? Disney e Austrália mantêm segredo.

Os Estúdios Disney e o governo australiano tão cheios de mistério sobre um filme que vai começar a ser gravado lá no começo de 2015, e são fortes os indícios de que vai ser Piratas do Caribe 5!

O Inside Film divulgou que os Estúdios Disney estão em negociações com o governo da Austrália, que há um tempinho atrás, em 2013, ofer20.000 Léguas Submarinaseceu pra Disney 21,6 milhões de dólares como incentivo pra gravar um remake de 20,000 Léguas Submarinas no país. Na época, a direção seria de David Fincher, mas o filme ficou só no papel. Agora, o estúdio quer mais 30% do valor e tudo que se sabe é que, segundo a Disney, se aprovado, será o maior filme rodado em território australiano.

Até tão rolando uns rumores sobre o projeto de regravar 20,000 Léguas Submarinas ter voltado à tona, mas, ao que tudo indica, esse “maior filme rodado em território australiano”, na verdade, vai ser a quinta e última aparição do Capitão Jack Sparrow no cinema.

O The Hollywood Reporter foi quem afirmou que a Disney tinha voltado a pensar em 20,000 Léguas Submarinas, mas no mesmo artigo, uma declaração da Media Entertainment e Arts Alliance (MEAA) disse que o incentivo monetário vai ser pra outra produção – o que sugere que, em vez do remake do clássico dePiratas do Caribe 5 Julio Verne, o que vai rolar lá serão as gravações de Piratas do Caribe 5.

Piratas do Caribe 5: Os Mortos Não Contam Histórias terá dois diretores – Joachim Rønning e Espen Sandberg e roteiro de Jeff Nathanson e estreará em 7 de julho de 2017.

Eu só fico com uma séria dúvida: a Disney realmente precisa de dinheiro da Austrália pra gravar um filme? Srsly? Na moralzinha? Eu, hein.

Tô animada pra ver o Johnny Depp vestido à carater pela última vez, mas tô torcendo pra que “20,000 Léguas Submarinas” seja levado adiante também. Gosto dos dois, mas ficaria animada pra caralho se o remake fosse confirmado.

E aí, qual sua aposta?

Por Louise


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.