Jumanji – Próxima Fase | Longa aposta em fórmula que ainda funciona

Leia em: 4 minutos

Depois de quase três anos, “Jumanji – Próxima Fase” chega aos cinemas e a continuação entrega o que promete, apesar de se sustentar especificamente da fórmula de seu antecessor. Como já sabemos o que esperar do filme, fica muito mais fácil aceitar a diversão e o entretenimento e esquecer os defeitos de sua história.

Jake Kasdan retorna como diretor, além de assinar o roteiro, ele soube pegar a essência construída no anterior e ampliar em outra magnitude, com suas melhorias e erros também. Mas, é de se perceber que o novo filme segue por uma linha de modo automática, afinal não traz nada assim tão novo. O que enxergamos é uma reciclagem de elementos em “Jumanji – Próxima Fase”. 

Jumanji - Próxima Fase | Longa aposta em fórmula que ainda funciona

O grupo reunido de novo em Jumanji – Próxima Fase

Após os acontecimentos de “Jumanji – Bem Vindo a Selva” (2017), os quatros jovens tocam suas vidas, entretanto, Spencer (Alex Wolff) decide retornar ao game em busca das mesmas experiências que havia presenciado anteriormente, pois agora sua vida parece não ter mais sentido. Sem avisar seu amigos, ele entra novamente no videogame, aflitos e sem receber respostas, os três outros jovens o procuram em sua antiga casa. 

Leia mais: Curiosidades sobre Jumanji (1995)

Martha (Morgan Turner), Bethany (Bethany Walker) e Fridge (Ser’Darius Blain) encontram traços dele em seu porão e com o antigo game ativado. Mesmo com hesitações, eles decidem retornar à Jumanji para salvar Spencer. Essa nova jornada acaba puxando Eddie, avô de Spencer (Danny Devitto) e seu amigo Milo (Danny Glover), encarnados em personagens já conhecidos do público como Dr. Smolder Bravestone (Dwayne Johnson) e Mouse (Kevin Hart). 

Jumanji - Próxima Fase | Longa aposta em fórmula que ainda funciona

Jack Black em apuros

O roteiro usa artimanhas na sua condução para atribuir uma desculpa para retornar ao jogo. Com essa nova visita, são apresentados novos lugares, personagens e até mesmo inimigos. Afinal, sendo uma nova fase é claro que teríamos  uma outra missão, senão tudo ficaria tão simples para os antigos jogadores. Os novos membros que integram a equipe recebem apresentações de como tudo funciona, o que para nós traz momentos de alívio e muitas risadas.

Leia mais: Mulher recria o tabuleiro de Jumanji com perfeição

Temos dois arcos, um dos antigos personagens e outro dos novos, mesmo que as personalidades tenham se solidificado melhor na continuação pela segurança na construção, são nos personagens novos que ela recebe uma melhor lapidação e boa conclusão. Isso justifica as atuações dos veteranos Danny DeVitto e Danny Glover, que sabem utilizar o drama e humor ao seu favor e sem apelações. O que entristece porém, é que novamente o vilão apresentado não demonstra nenhum perigo para equipe.

Jumanji - Próxima Fase | Longa aposta em fórmula que ainda funciona

Jack Black e Karen Gillian em perigo no mundo de Jumanji – Próxima Fase

Fantástica a maneira que todos os atores sabem aproveitar as diferentes mudanças de avatar, atributo que o jogo apresentad agora, Dwayne Johson e Kevin Hart mudam sua personalidade facilmente sejam por incorporar Dany Devitto e Danny Glover ou os atores jovens. Além de trazer uma sintonia maior à dupla. Na primeira parte, os personagens de Karen Gillian e Jack Black recebem um melhor aproveitamento também, afinal dos dois são os únicos que conhecem as regras.

Com liberdade e segurança, Jake Kasdan que fez dois trabalhos (roteiro e direção) soube produzir o que funciona em uma continuação, apesar de seu roteiro ser simples e apoiado muito no primeiro, a condução de atores e cenas de ação causam a grandiosidade que o filme precisava para se sustentar até o fim.  

Leia mais: Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw (2019) | O absurdo que funciona em dose dupla

Jumanji - Próxima Fase | Longa aposta em fórmula que ainda funciona

Dwayne Johnson e seu olhar inspirador

Mesmo que apresente novidades,  “Jumanji – Próxima Fase” caminha na zona de conforto, ele não é inovador e carrega a fórmula do seu antecessor, o que para quem gostou de “Bem Vindo a Selva” ficará todo satisfeito. Afinal, o que vale em toda experiência é a diversão, humor e o carisma do elenco.

“Jumanji – Próxima Fase” estreia dia 16 de janeiro de 2020.