in

Akira | Vídeo feito por fãs mostra as diferenças entre o anime e o mangá

O Canal do Youtube, Cinefix, em parceria com Tom Pinchuk da Anime Vice, fizeram um vídeo que mostra de maneira bem aprofundada as diferenças existentes entre o mangá sci-fi Akira, de Katsuhiro Otomo, e o seu filme adaptado para animação.

Pra quem não conhece, Akira é um mangá considerado um clássico do estilo cyberpunk. Lançado em 1982, Akira se passa em Neo-Tóquio, uma nova cidade construída onde costumava ser a cidade de Tóquio, antes de ser destruída na 3ª Guerra Mundial. Shotaro Kaneda e Tetsuo Shima são amigos e fazem parte de uma gangue de motoqueiros. Em um racha contra uma gangue rival, Tetsuo acaba colidindo com Takashi, uma criança com poderes, que fugiu do hospital em que era mantido como cobaia. Ainda muito ferido, Tetsuo é levado por agentes governamentais, que por sua vez, passam a usar o jovem como novo experimento. Os testes visam fazer com que Tetsuo desenvolva poderes inimagináveis, capazes de se equiparar ao lendário Akira.

   Akira | Vídeo feito por fãs mostra as diferenças entre o anime e o mangáAkira | Vídeo feito por fãs mostra as diferenças entre o anime e o mangá

A diferença mais notável entre os dois é a duração. Otomo dirigiu o filme antes que o mangá estivesse terminado, então o clímax do filme acontece no que seria, na verdade, a metade da história original do mangá. O vídeo mostra muito mais que exemplos óbvios e detalha o desenrolar da outra metade do enredo e dos personagens.

O vídeo revela coisas que alguns fãs que nunca leram o mangá não sabiam ou tinham dúvidas. Mas, tenha cuidado caso tenha interesse em conhecer a obra, o vídeo contém muitos spoilers. Confira a seguir!

Veja também: Naruto | Confira vídeo promocional do musical

E aí, curtiu?

Escrito por Barbara

Capixaba, amante de jogos, séries, filmes, animes e de muita....MUITA comida!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

Loading…

0

Gamer promove ação de caridade e doa dinheiro cada vez que morre em “Bloodborne”

petroHell | Game critica escândalo da Petrobrás