BlazBlue: Alter Memory

Uma adaptação complexa e cheia de falhas

BlazBlue: Alter Memory é uma série de anime lançada originalmente no ano de 2013 baseado na mitologia dos jogos eletrônicos da Arc System Works, BlazBlue: Calamity Trigger e BlazBlue: Continuum Shift.

Em sua história superfície, a trama se apresenta de seguinte forma: há muito tempo a humanidade combinou magia e ciência para criar Ars Magus, mas com os avanços veio a Besta Negra que aterrorizou a terra. Depois de sua derrota sangrenta, a Novus Orbis Librarium foi estabelecida, um império todo-poderoso que controla Ars Magus com agendas sinistras. A reencarnação da Besta Negra e possuidor da proibido Azure Grimoire, Ragna, começa seus ataques sobre a NOL, e assim sendo, todo mundo está atrás da recompensa por sua cabeça.

Resenha – BlazBlue: Alter Memory | Uma adaptação complexa e surpreendente

No anime, o personagem Ragna é tratado como personagem principal e central da trama, sendo apresentado como um poderoso rebelde peregrino desertado que tem como objetivo eliminar a NOL e evitar o re-surgimento da Besta Negra. O colando no caminho de diversos guerreiros  que estão atrás da recompensa por sua cabeça (recompensa esta que chega a casa dos trilhões).

Como personagem, Ragna é agradável e tranquilo, sendo um homem bom que tem suas motivações e não planeja hesitar nem um pouco em cumpri-las. Ele acaba estando envolvido, tanto diretamente quanto indiretamente, nas situações propostas a trama do anime, sendo, também, responsável por boa parte da ação do mesmo.

Resenha – BlazBlue: Alter Memory | Uma adaptação complexa e surpreendente

A personagem Noel, uma garota introvertida, doce e gentil acaba por dividir um pouco das atenções com o personagem Ragna. Inicialmente, apresentada como uma personagem de jeito estranho e desajeitado, Noel acaba por ir conquistando o telespectador ao decorrer da trama do anime com sua fome pelo bem das pessoas que a rodeiam.

Como um todo, a personagem acaba desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento e conclusão do roteiro. A personagem em si acaba por representar quase que em sua totalidade, os fatores emotivos-sentimentais que o anime procura expressar durante sua execução.

Resenha – BlazBlue: Alter Memory | Uma adaptação complexa e surpreendente

O poderoso personagem Hazama se dá como o adversário mais formidável de Ragna, e porquê não dizer do anime BlazBlue: Alter Memory. Com um jeito peculiar e único, enxergando bem mais além do que os protagonistas podem perceber e seguindo de planos maestosos, Hazama se torna um personagem interessante e agradável de se acompanhar.

Fazendo a dicotomia entre bem e mal, Hazama acaba por ser o responsável por tudo o que se desenvolve no anime, bem como cada detalhe importante e, de certa forma, cada coincidência que apareça. Entretanto, o que mais surpreende, além de seu jeito peculiar e único, é que o personagem acaba por ser, ao seu jeito, o herói da trama proposta pelo próprio anime, fazendo dele um personagem de certa admiração.

Resenha – BlazBlue: Alter Memory | Uma adaptação complexa e surpreendente

BlazBlue: Alter Memory incorpora muitos dos personagens recorrentes dos jogos da franquia, bem como os poderosos lutadores que se opõem a Ragna como os incríveis aliados que o ajudam em sua causa. No entanto, essa incorporação acaba por expressar um desenvolvimento igualmente apressado evitando qualquer conexão forte o suficiente entre o anime e sua audiência, ainda que o mesmo possua grande atuação.

Entrelaçado a isso, BlazBlue: Alter Memory é cercado por diversos plot twists contrastados entre apressados e confusos, ainda que trazendo certas surpresas para o desenvolvimento tanto dos personagens quanto do anime em si. Por se tratar de uma adaptação derivada de jogo, o maior problema deste anime está na aplicação destes plot twists em um enredo confuso que espera que sua audiência tenha conhecimento de todas as facetas e lores dos personagens da franquia de jogos.

Resenha – BlazBlue: Alter Memory | Uma adaptação complexa e surpreendente

O anime BlazBlue: Alter Memory, bem como os jogos da franquia, apresenta uma história interessante de certa complexidade e surpresas. Com um roteiro fiel a franquia de jogos, o enredo consegue expressar muito bem tais complexidades e surpresas da história ao qual foi inspirado, trazendo uma grande dose de ação de certo tom eletrizante, mas ainda genérico, sendo complementado por trilhas sonoras da franquia de jogos.

Caso você possua o conhecimento sobre a franquia de jogos, BlazBlue: Alter Memory certamente é um anime que naturalmente acrescentará uma visão diferenciada da que foi apresentada aos jogos, tornando uma aventura interessante de se assistir. No entanto, se você não tiver qualquer conhecimento da franquia de jogos, certamente sofrerá um pouco para adaptar-se e conhecer os personagens, bem como desenvolver algum laço para com eles, e emergir na interessante e surpreendente trama proposta.

Em uma definição geral, BlazBlue: Alter Memory é razoavelmente bom.

Gostou? Tem mais:


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.