HQ do Dia

Cavaleiro da Lua – Recomeço – Vol. 1

Finalmente atendendo ao clamor da massa Marvete Brasileira sedenta por histórias de personagens um pouco mais obscuros, a editora Panini lança neste primeiro semestre de 2015 o primeiro encadernado compilando a aclamada fase do Cavaleiro da Lua escrita pro Brian Michael Bendis e desenhada por Alex MaleevCavaleiro da Lua – Recomeço – Volume 1 compila as seis primeiras edições da série Moon Knight publicada pela Marvel de 2010 até o ano de 2012.

Neste volume o ex-mercenário e vigilante Marc Spector está na Costa Oeste dos Estados Unidos, mas precisamente em Los Angeles ganhando a vida como consultor em um programa de televisão quando se depara com uma nova e perigosa organização criminosa atuando sem ser notada pelo radar dos Vingadores e utilizando uma perigosa tecnologia muito familiar ao time dos heróis mais poderosos da Terra. Com a ajuda de Maya Lopez (a Vingadora conhecida como EcoSpector tenta recuperar um artefato que caso caia em mãos erradas pode resultar no retorno de um dos piores inimigos dos Vingadores. Ok. Não é um roteiro pra lá de original, mas não foi por isso que esta encarnação do personagem se popularizou.

Este volume de Moon Knight ficou conhecido principalmente como a fase “esquizofrênica” de Marc Spector. Brian Bendis se afasta um pouco do lado maisCavaleiro da Lua místico do personagem (muito bem explorado na fase escrita pelo autor Charlie Huston) e torna o protagonista completamente louco. Spector aqui sofre de esquizofrenia representada por três personas dentro de sua cabeça. Logicamente o roteirista usa 3 Vingadores para aconselhar, comentar e até auxiliar o herói durante toda esta fase. Os três amiguinhos imaginários de Spector são Capitão AméricaHomem-Aranha Wolverine e a dinâmica de diálogos e interação entre essas três representações na mente “quebrada” do vigilante proporcionam os diálogos mais divertidos deste primeiro volume. Spector tem problemas mentais e sabe disso, mas isso não impede de tentar atingir seus objetivos, que no fundo são nobres. Além dos diálogos muito bem escritos a trama tem muito de investigação e do suspense policial bem similar as histórias de Bendis no Demolidor apesar de um apelo um pouco menos urbano e mais fantasioso durante esta primeira fase. O protagonista interage bem com Maya Lopez e as intervenções pontuais do elenco de apoio da Marvel são precisas e bem vindas.

A arte de Alex Maleev não só neste primeiro encadernado, mas em toda esta fase do Cavaleiro da Lua é bruta, agressiva, dramática, visceral e impactante. Na época o ilustrador teve janelas confortáveis de prazos para trabalhar e isso reflete em edições em sua maioria muito bem acabadas e um planejamento de quadros muito consciente e fluido. O visual que pode ser caracterizado como um “foto realismo surrado” é marca registrada do artista e em Cavaleiro da Lua o cara teve oportunidade de exercitar bastante suas técnicas de sombras nas figuras de corpo inteiro, além de dar dramaticidade às expressões faciais nos “closes” de personagens.

Cavaleiro da Lua – Recomeço é uma leitura bem interessante. O roteiro não é um primor de originalidade, mas esta encarnação mais louca do protagonista acaba cativando o leitor por conta das situações geradas pela condição mental de Marc Spector. Ótima iniciativa da editora nacional em publicar este material em encadernados fechados. A história é concisa e se resume às 12 edições da publicação Americana, então logicamente não havia necessidade de incluí-la em um mix mensal temporariamente. Um bom divertimento que foge um pouquinho dos moldes super-heróicos da Marvel com uma arte totalmente visceral e muito caprichada. Que venha o volume 2.

Se interessou pela HQ? O Volume 1 de Cavaleiro da Lua – Recomeço pode ser adquirido aqui.

Leia minha última resenha: HQ do Dia | The Fox #1


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.