Frieza, ausência e tempo perdido

Leia em: < 1 minuto

 

Aposto que foi passageiro
Seus olhos nem me seguiam
Seus gestos eram mecânicos
E você? Ah....
 
Você não estava viva
Era um cubo de gelo
Transgênico dos tipos
que não derretem por nada
 
E eu pergunto tudo isso
em troca de quê? A favor dê?
Com o objetivo dê? 
 
E novamente não existem respostas
E só nos restas as perguntas
E o tempo perdido.