Túnico Pançudo Ladrão de Galinhas

Túnico pançudo e ladrão de galinhas
Rouba frutas na casa do Arlindo
Para comer no desjejum

Túnico pançudo comeu as frutas
E sua barriga inflou como um balão
Gases e alimentos a mistura era constante

A combustão aconteceu
Os gases apontaram o escapamento
Túnico não usava filtro
Deixou o gas bruto escapar

Era odor de latrina pra tudo que é lado
Do quarto sentíamos o odor que vinha da sala
Do banheiro o odor costumeiro já não tinha mais graça

Túnico não se arrependeu
Deixou o Gás escapar novamente
Riu como se assistia uma comédia
Empesteando o quarteirão

Da flatulência Túnico fez esperiência
De odores ruins e constrangimentos
Túnico é PHD

Continua roubando as frutas na casa do Arlindo
Túnico pançudo ladão de galinha
Merece entrar pro Guiness
Com os gases que elimina todos os dias.

Por


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.