Só mais 5 minutinhos

Atrasos, correria, mais atrasos, mais correria e assim o dia vai te levando à loucura.

Ataque um Fusca cheio de elefantes dentro aquele que nunca se atrasou na vida.

Atrasos e conjugações do verbo atrasar é como tatuagem no cotidiano do brasileiro. Por exemplo, você marca com um amigo ao 12:00, pode colocar mais 30 minutos aí de tolerância, pois com certeza ele vai chegar depois do horário combinado. Hoje em dia as empresas estabelecem uma margem de horário para o funcionário chegar atrasado. Que varia de 5 a 15 minutos, claro que existe aquelas que aceitam uma margem maior, porém isso depende de seu trabalho e puxa-saquismo com o chefe.

Garanto que você já se atrasou um dia, pois quis dormir mais 5 minutinhos e eles simplesmente, como um passo de mágica, viraram 40 minutos e ao acordar você percebe que naquela hora teria que estar no meio do caminho com destino ao trabalho, à faculdade ou para aquela depilação de buço. Não fique triste, pelo menos nos seus sonhos foram apenas 5 minutinhos. Hoje os celulares com função despertador é utilizado pela grande maioria das pessoas para desgrudar dos momentos de prazer a cama. Calma minha gente! Não estamos falando de séquisso. E esses celulares já vem pré programados para a função soneca, ou seja, ele desperta de 10 em 10 minutos para você não perder seus compromissos. Viu que evolução? Agora você pode falar só mais 10 minutinhos ao invés de 5. Outra coisa que influencia muito em sua vida para praticar a arte do atraso é o trânsito horrendo da cidade São Paulo.

E o trânsito com certeza é a desculpa mais dada em todos os lugares quando o motivo é o atraso. É impressionante! Parece que as pessoas twittam uma às outras, mandam torpedos, e-mails, scraps, pombos-correios, cartas, telegrama, telégrafo e etc. para saírem todos ao mesmo tempo a fim de causar o boom nas vias públicas da cidade. O melhor de tudo isso é que você sabe como funciona o trânsito paulistano, mas não adianta em nada, você sempre pegará um congestionamento aqui outro ali (pra variar).

Para encarar o trânsito, às vezes você sai duas horas com antecedência para o seu compromisso diário e vai com força total encarar o dia da marmota. O pior está por vir. Você olha no relógio e percebe que faltam 10 minutos para você estar pontualmente no seu compromisso e ainda está no meio do caminho. Berra, mas berra bem alto para todos ouvirem. Solta o verbo: “Puta mundo injustooooo meooooo! Eu fico puto! Prefiro um filho viado do que esse trânsito de São Paulo.”

É incrível! Você sai duas horas mais cedo e ainda consegue chegar atrasado. Outra coisa é o famoso jargão dito pelo povo: “ com pressa?! Sai mais cedo.” Ou: “ com pressa?! Passa por cima.” Nessas horas eu gostaria muito de ter aqueles carros que trucidam e passam por cima de tudo. Outra coisa ruim é que ninguém entende as normas do Metrô para evitar os atrasos. O coitado do maquinista que não é locutor, tem que ficar repetindo a cada 5 segundos essas benditas fraseologias:

“Não fique na região das portas.”

“Não atrase a vida dos outros.”

“Após o sinal , não entre no trem nem saia dele. Evite atrasos!”

Algo que acontece frequentemente é que ninguém respeita a opção de deixar a via da esquerda na escada rolante livre para quem está com pressa; sempre existe um indivíduo que obstrui a passagem quando você tenta subir as escadas numa velocidade diferente de quando você tem o tempo a seu favor (coisa que é bem difícil de acontecer). O problema é: quando você atrasa tudo atrasa.

Segundo o datafoda-se o atraso mais dificil de tolerar é quando o seu Chico não vem visitar as mulheres desse Brasil Varonil.

Atenção Mulheres: Se o Chico não for te visitar. Pode ficar tranquila que o Junior, mais cedo ou mais tarde, aparecerá no lugar dele.

Conte-me, leitores do proibidão, qual foi a melhor desculpa que você deu quando chegou atrasado?

Por


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.