O que Sasha Grey faz hoje em dia depois do pornô

Sasha Grey não é a sua estrela pornô “típica”. Sim, o trabalho dela ainda é popular e muito bem procurado, mas desde que deixou a indústria, ela saiu completamente da sua carreira de entretenimento, tornando-se o que você poderia chamar de uma mulher renascentista erótica.

Seu bumbum avantajado sempre a fez se comparar ao samba pornô e as mulheres brasileiras, o que ela gosta por sinal.

1) Grey publicou um livro sobre sua fotografia

A Vice lançou o primeiro livro de Grey, Neü Sex, em março de 2011. Neü Sex, um livro de fotos, inclui fotos e selfies sinceras feitas por Grey e seu então noivo Ian Cinnamon, alguns com nudez, e outros detalhando um dia na vida de Grey. O livro também contém ensaios curtos.

De acordo com a descrição do livro na Amazon, Grey decidiu levar sua fotografia mais a sério quando começou a trabalhar no pornô de amadoras, apenas como uma lembrança para si mesma.

“Há tantas fotos minhas, tiradas por outras pessoas, que esteticamente não tenho controle. Documentar a mim mesma permite que eu reflita sobre o dia, sobre os sentimentos que estou tendo naquele momento ”. Grey escreveu na época.

2) Grey lançou o primeiro romance de sua trilogia em maio de 2013

A Sociedade Juliette, uma novela erótica, segue uma jovem mulher chamada Catherine e suas aventuras depois de ser apresentada a um clube de sexo.

O segundo romance da série, The Janus Chamber, lançado em outubro de 2016, segue Catherine em sua carreira como jornalista enquanto ela investiga a morte de uma modelo amada. O terceiro romance, The Mismade Girl, lançado em março de 2018, segue a morte dessa modelo e a luta de Catherine para tenta expor a verdade.

“Eu queria explorar meus interesses de uma maneira segura, mas também queria trazer algo novo para a pornografia, para mudar o que eu vi na tela”, disse Grey à XBIZ na época do lançamento do primeiro livro.

Catherine, no centro da trilogia, revela no primeiro romance que seu pior pesadelo é “fazer sexo com Donald Trump em seu jatinho particular enquanto sobrevoa St. Tropez”, segundo o Daily Beast.

Um livro de quatro histórias eróticas curtas intituladas Short and Sexy Stories: Uma compilação de histórias adultas safadas de extrema satisfação foi lançado sob o nome de Grey em 2016, mas ela disse à LA Weekly que ela não tinha nada a ver com o projeto.

3) Grey assumiu uma série de projetos musicais, mas atualmente está realizando seus sonhos como DJ

Grey começou a banda de música industrial aTelecine em 2008, mas anunciou sua saída do grupo em julho de 2013. Seu noivo Cinnamon também estava envolvido no projeto.

De acordo com o Miami New Times, Grey começou a carreira de DJ seriamente na época em que começou a deixar a indústria pornográfica. Ela disse que os promotores entraram em contato com ela para preencher os sets de abertura de DJ depois de ler sua letra de música no Myspace.

Em 2016, ela disse ao Miami New Times que sabia que sua atração como DJ era por que ela tinha sido uma celebridade. Ainda assim, ela começou a passar de um “acessório” de um evento para o foco do entretenimento.

Ela já tocou sets de DJ em todo o mundo. Você pode encontrá-la no SoundCloud, onde postou gravações de seus sets ao vivo e mixagens.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.