A jornada de Toren rumo ao PlayStation 4 #TorenPS4

A história do desenvolvimento de Toren tem muito a ver com o próprio desenvolvimento do cenário independente brasileiro de games dos últimos três anos: é um conceito formado às pressas, feito na base do-que-tem-a-mão, sonhador até o osso, e ignorado por muitos – e que deu mais certo do que até os mais otimistas poderiam imaginar.

“Não é a toa que chamavam a gente de louco”, me contou Alessandro Martinello, um dos criadores do estúdio porto-alegrense Swordtales, em uma longa conversa que tivemos sobre os novos rumos de Toren. O jogo, que é desenvolvido desde meados de 2011 entre três pessoas, sempre destoou visual e conceitualmente dos projetos de outros estúdios do cenário nacional da época. “Me aconselhavam como se fosse errado tentar fazer um jogo 3D independente com esse escopo”, ele disse rindo, como se os três anos de altos e baixos do desenvolvimento do game não tivessem passado de uma brincadeira entre amigos. “E pior que essas pessoas estavam certas!”, ele completa. Confira o trailer do jogo abaixo:

toren-ps4-2

 Clique na imagem para ver o trailer exclusivo de Toren e também vale muito a pena dar uma conferida no papo sobre o crescimento da cultura de games no Brasil, clicando AQUI! E veja também os bons modelos de negócio se você quer fazer videogame no Brasil.


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.