in

Saiba como Groot ajudou no tratamento de uma criança com dispraxia

James Gunn, o diretor do filme Guardiões da Galáxia (2014), é um cara bastante ativo nas redes sociais. Ele se comunica diariamente com os fãs, principalmente usando o facebook, e compartilha fotos, recados e mensagens. Guardiões da Galáxia estreou no dia 31 de julho de 2014 e em função deste “aniversário” de estreia, Gunn fez uma publicação em sua página do facebook.

Eis que uma mensagem muito especial chegou a ele depois disso. Um pai emocionado resolveu contar ao diretor o quanto o filme, particularmente o personagem Groot (Vin Diesel), ajudaram no tratamento de seu filho, que sofre de dispraxia.

Saiba como Groot ajudou no tratamento de uma criança com dispraxia

Dispraxia é uma disfunção motora neurológica que impede o cérebro de desempenhar os movimentos corretamente. É a chamada “síndrome do desastrado”. Seus sintomas são a falta de coordenação motora, falta de percepção de três dimensões e equilíbrio. A criança “dispráxica” tem uma falta de organização do movimento e muita dificuldade de comunicação, embora existam casos onde a linguagem não é afetada.

Veja a publicação e a tradução:

 

 

“Oi James… Esta é uma resposta à sua recente publicação sobre Guardiões [da Galáxia] ter estreado há um ano e o efeito que o filme teve em meu filho. Meu filho tem 4 anos de idade e tem uma doença chamada dispraxia, que não apenas interfere nas funções motoras, como também na fala. Quando Guardiões estreou, Sawyer só conseguia pronunciar três palavras e se comunicava comigo e com sua mãe por outros meios. Quando ele viu Groot, algo estalou dentro dele e ele se conectou com ele em um nível que eu nunca tinha visto antes. Ele começou a imitá-lo e usava a palavra “Bah” para muita coisa, mas quando viu o filme, começou a mudar o tom em que ele falava isso para transmitir um significado diferente. Ele também começou a falar ‘Groot‘ para muitas coisas. Desde então, ele finalmente foi capaz de frequentar o fonoaudiologista e isso tem ajudado de forma surpreendente. Eu só queria agradecer-lhe por esse roteiro e filme que foi tão bem escrito que uma criança de quatro anos, três, na época, conseguiu se conectar com alguém que tinha a mesma barreira de linguagem.”

James Gunn compartilhou a história e comentou: “Eu amo fazer filmes por causa de histórias como essa. Obrigado.”

Saiba como Groot ajudou no tratamento de uma criança com dispraxia

Veja também: Interpretar Groot ajudou a superar a morte de Paul Walker diz Vin Diesel

E aí, curtiu?

Escrito por Louise

Amo, respiro e me alimento de quadrinhos, acho completamente normal se envolver emocionalmente com personagens de séries e filmes, e já vou avisando: NÃO MEXA COM MEUS HERÓIS!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Loading…

0

Sandman | Entrevista com Levitt

Princesa Mononoke | Vídeo em 8bits faz resumo do filme