Lucifer

Neil Gaiman responde à organização que lançou campanha contra a série

Caso você não tenha escutado as fofocas recentemente, a “One Million Moms” – organização que tenta combater “influências negativas” nas mídias de entretenimento – lançou uma petição para que a FOX cancele a exibição da série “Lucifer”, prevista para ir ao ar em 2016.

A série é baseada nos personagens de histórias em quadrinhos criados por Neil Gaiman, Sam Kieth e Mike Dringenberg. Gaiman soube da história e respondeu à organização por meio de seu tumblr:

“Ah. Como se fosse ontem (mas era em 1991) quando as ‘Mães Preocupadas da América’ anunciaram que estavam boicotando SANDMAN porque continha personagens gay, lésbicas, bi e trans. Foi a Wanda quem lhes perturbou mais: a ideia de uma mulher trans em uma história em quadrinhos… Nos disseram que estavam organizando um boicote a Sandman, e que só iriam parar se nós escrevêssemos para a ‘Associação das Famílias Americanas’ prometendo mudanças.

Será que eles não perceberam que não funcionou da última vez, ou…”

Parece que não perceberam mesmo.

Lucifer | Neil Gaiman responde à organização que lançou campanha contra a série

A série contará a história de Lucifer Morningstar (Tom Ellis) que, entediado e infeliz como o Senhor das Profundezas do Inferno, abdica de seu trono, abandona o seu reino e vai morar em Los Angeles, onde abre a “Lux” – uma discoteca de luxo. Charmoso, carismático e diabolicamente belo, Lucifer está desfrutando de sua aposentadoria, dedicando-se a algumas de suas paixões – vinho, mulheres e música – quando uma bela pop star é brutalmente assassinada do lado de fora da Lux. Pela primeira vez em cerca de 10.000 milhões anos, ele sente algo despertar dentro dele, como resultado deste assassinato. Compaixão? Simpatia? O simples pensamento o perturba – bem como ao seu melhor amigo e confidente, Maze (Lesley-Ann Brandt), um demônio cruel que assume a forma de uma bela mulher. O assassinato atrai a atenção da detetive de homicídios Chloe Dancer (Lauren German), que passa a trabalhar com Lucifer e sente um misto de repulsa e fascínio por ele. Trabalhando em conjunto para resolver o assassinato da pop star, Lucifer é surpreendido pela bondade inerente de Chloe. Acostumado a lidar com o pior da humanidade, Lucifer está intrigado com a aparente pureza de sua nova amiga, e passa a se questionar se ainda há esperança para sua própria alma. Ao mesmo tempo, o anjo de Deus, Amenadiel (DB Woodside), é enviado para Los Angeles com a missão de convencer Lucifer a retornar ao submundo.

Mais de 10 mil assinaturas já foram feitas. A rede FOX e os responsáveis pela série ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Eu fico me perguntando… Quando lançarem o trailer de Preacher, será que essas organizações ficarão felizes e apoiarão pelo nome da série ser “Padre”? Mistérios.

Assista o trailer da polêmica série Lucifer, da FOX.

Por Louise


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.