Cosplay, fetiche e o sexo virtual

Cosplay no mundo adulto pode parecer algo inusitado para alguns, mas saiba que esse fetiche tem se popularizado e atraído muita gente. Parte do público, pode se atrair pela curiosidade, mas a outra parcela, gosta e pode até pagar para se entreter com esse tipo de conteúdo.

O Câmera Privê é uma plataforma de camming, onde modelos fazem performances ao vivo e os usuários podem interagir, realizar desejos, fetiches e fantasias com o cammodel que escolher. 

Dentro da plataforma é possível encontrar muitas modelos que fazem cosplay. Uma das pioneiras, a Naruko, deu uma entrevista para a Época falando sobre esse tipo de entretenimento e como funciona sua sala dentro do site. Você pode pensar que o único assunto que acontece por ali é putaria e sexo virtual. E é aí que você se engana!

Leia mais: Uma playlist criada por camgirls pra você dar um up na hora do ‘vuco vuco’

Claro, esse é um tema recorrente nas conversas. Mas além disso, o chat é um local de relacionamento entre usuários e modelos, por isso eles conversam sobre games, animes, filmes, quadrinhos, entre outras coisas, que podem ou não englobar o mundo nerd.

Cosplay, fetiche e o sexo virtual

Naruko

A Naruko é uma Privezete muito popular dentro da plataforma, atendendo usuários de diversos lugares, sexualidades e gostos, tais como: funcionários de TI, universitários solteiros,  garotas curiosas, casais héteros, estrangeiros no mundo todo, e homossexuais.  Gostou da Naruko e quer saber mais sobre ela? Clique aqui e veja seu perfil.

Leia maisCam | Do ponto de vista de uma camgirl real

Space Elf

A Naruko foi uma das primeiras no Câmera Privê a integrar o cosplay no mundo adulto e no sexo virtual, além dela, existem uma variedade de meninas que fazem o mesmo que ela. Conheça algumas das camgirls, acessando os links abaixo: 

Space Elf

Cutie Lolli

Ritsukath

O mundo do cosplay pode ser divertido com muita imaginação e uma pitada de safadeza. 


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.