Review – Overwatch

Uma divertida experiência

Overwatch é o próximo first-peson shooter a ser lançado pela Blizzard Entertainment neste mês de maio e que enfatiza a jogabilidade cooperativa usando um elenco de variados personagens, cada um com suas próprias habilidades e funções específicas dentro de uma equipe. No último dia 05, o jogo entrou em sua fase de Open Beta e com isso tivemos a oportunidade de jogar e preparar esta matéria com nossas impressões sobre o jogo.

Overwatch dispõe de um combate baseado em esquadrão (suicida?) com dois times opostos de seis jogadores compondo cada um. Evidentemente os jogadores escolhem um dos vários personagens heroicos, que por sua vez possuem suas próprias habilidades únicas e classes de função. Entre as quatro funções disponíveis no jogo temos: ataque, defesa, tanque e suporte.

Review – Overwatch | Uma divertida experiência

Ambientado em um mundo futurístico com belos visuais, tanto dos personagens presentes quanto dos mapas disponíveis, Overwatch tem uma narrativa agradável, mas não é algo excepcional ou estupenda para o gênero, ainda porém, é agradável o suficiente para atrair os jogadores para a ambientação proposta e situá-los num contraste que rege as partidas: um fator sério que leva a divertidas batalhas. O desejo de manter o estilo de simplicidade proposto para a Blizzard se encaixa perfeitamente com as propostas apresentadas.

Review – Overwatch | Uma divertida experiência

O elenco de personagens jogáveis em Overwatch é declarado como sendo destinados a retratar diversas representações de sexos e etnias (incluindo homens, mulheres e personagens não-humanos, tais como robôs e até mesmo um gorila). Em uma época onde jogar é para todos e cada vez mais, as pessoas querem se sentir representadas nesse meio, esse fator de diversidade presente em Overwatch torna o elenco de personagens não só agradáveis para a identificação entre o público e os personagens, mas também para a jogabilidade e imersão dos mesmos perante a narrativa.

Ainda que o jogo apresente mulheres que são apresentadas em “vestidos super finos e em ternos do gato”, esse fator pode se considerar uma grande evolução que só tende a continuar em um processo evolutivo contínuo.

Review – Overwatch | Uma divertida experiência

A jogabilidade do elenco de personagens de Overwatch é ligeiramente simples e repetitiva, mas com potenciais para permitir que o jogador execute jogadas grandiosas e também divertidas, tanto individualmente como em grupo, a medida que o mesmo vai se adequando ao seu personagem e suas habilidades, bem como a sua função numa determinada partida.

Mais uma vez, a simplicidade proposta pela Blizzard traz a sensação de partidas dinamitizadas, rápidas e com confrontos acirrados, casando bem com o visual apresentado pelo jogo.

Review – Overwatch | Uma divertida experiência

Em uma visão geral, com uma proposta simples e visualmente bem arquitetada, Overwatch é um first-peson shooter que proporciona ao jogador uma divertida experiência e emoldura o inicio de um grande trabalho que a Blizzard pode oferecer, tanto para sua comunidade base já existente quanto para os novos jogadores.

Overwatch será lançado oficialmente no dia 24 de maio com disponibilidade para as plataformas de XBox One, PlayStation 4 e PC.

 


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.