Resident Evil: Resistance | Uma experiência em grupo divertida

Leia em: 4 minutos

Antes mesmo de Resident Evil 3 Remake ser anunciado, já sabíamos que algum game da Capcom dentro desse mundo seria lançado, intitulado como “Project Resistance”. O trailer não mostra quase nada, apenas quatro personagens enfrentando várias criaturas e zumbis que vimos em Resident Evil 2 e também o temido Mr. X. 

Então após o anúncio oficial, novas informações foram surgindo sobre o que seria esse novo game online no mundo de RE e muitos questionaram se realmente isso era possível e se não iria “estragar” o  conteúdo. Para os que duvidaram como eu, devo dizer que paguei a língua e com muito gosto.

Leia mais: Resident Evil 3 Remake | Ótimo jogo com péssima duração

A trama do game é bem simples. Nela seis pessoas se tornam cobaias de um experimento com o t-vírus e precisam passar pelas etapas da experiência e com sorte escapar com vida, antes que o vírus tome conta. E durante esse processo temos quatro opções de “vilões” para controlar esse projeto, ambos conhecidos na franquia Resident Evil. E o objetivo deles é simples, não deixar que as cobaias escapem dentro do tempo, colocando sempre criaturas diferentes no ambiente para testar suas capacidades.

4×1 de sucesso

Muitos games já existem por aí com essa mesma dinâmica e do gênero terror, como “Friday the 13th: The Game” e “Dead by Daylight” sendo os mais famosos dentro do estilo. Em “Resident Evil: Resistance” podemos escolher entre seis personagens com qualidade diferentes. Um pode ser melhor em combate corpo-a-corpo, outro utiliza bem uma arma, em rastreio de objetos necessários para concluir a etapa e assim vai indo. Calma que vou falar sobre cada um rapidamente para ninguém ficar no escuro.

Na lista primeira temos a jovem Valerie, uma menina inteligente e com habilidades em pesquisas sobre tecnologia de cura, funcionando no game como suporte. Na mesma função temos também o gênio da tecnologia, Martin que é capaz de arrumar objetos e criar armadilhas. January é ótima com dano, mas que se junta bem próxima de Martin sabendo dominar tecnologia no melhor modo hacker. Já Samuel e Tyrone também se encontram na habilidade de dano, em que ambos são  ótimos dando uma boa porrada com tacos de beisebol e pesados de madeira. E por último, mas não menos importante, é Becca a garota do campo que sabe dominar uma arma como ninguém, então se você gosta de atirar será uma ótima opção.

Agora quando falamos dos vilões é impossível não conhecer nenhum deles. A primeira é Annette, que após ser convidada por Wesker na pesquisa com Vírus-G comanda seu marido, Birkin no processo de mutação. Logo em seguida temos Daniel, que fez parte da divisão de controle da Umbrella Corps, trabalhando  diretamente com Wesker. Com ele temos o controle do temido, Mr. X. E não poderia faltar, é claro, Alex Wesker uma mebro de alta escalão da Umbrella Pharmaceuticals e do projeto do Dr. Oswell Spencer. Junto dela comandamos a mutação, Yateveo. E por último, mas também não menos importante temos o temido, Oswell Spencer um dos fundadores da Umbrella e cabeça por trás de muitos dos projetos da empresa, sendo um dos personagens mais importantes na história de Resident Evil.

Leia mais: Resident Evil 3 Remake | 6 Dicas para sobreviver ao apocalipse

Resident Evil: Resistance | Uma experiência em grupo divertida
Resident Evil: Resistance - Martin Sandwich
« 1 de 5 »