Alanah Pearce, a Youtuber que se livrou dos trolls com ajuda das mães deles!

Leia em: 3 minutos

Alanah Pearce é uma jovem que trabalha fazendo resenhas de games na web e num programa de TV chamado “Button Bash”. Acontece que Alanah foi vítima dos ataques dos ~trolls~ da internet, aquelas pessoas que se escondem atrás de uma tela de computador para destilar ódio, ofensas e ameaças graves, pensando que são intocáveis e que atacar as pessoas não passa de uma grande brincadeira.

Mas eles mexeram com a garota errada.

Alanah Pearce, a Youtuber que se livrou dos trolls com ajuda das mães deles!

Alanah recebeu, em sua página no Facebook, ofensas, ameaças de agressão e estupro, pelo simples fato de sua resenha não ter agradado certos indivíduos. Em vez de bloquear, responder agressivamente ou denunciar ao Facebook sobre o comportamento abusivo dos usuários (coisa que não funciona muito), a garota stalkeou os perfis de seus agressores e entrou em contato com suas mães:

E a verdade veio à tona: na frente dos amiguinhos trolls, os caras são corajosos, cheios de confiança e com um vocabulário extenso de ofensas para fazer qualquer pessoa sentir-se um lixo. Mas quando suas mães ficam sabendo desse tipo de atitude, a história é bem diferente e os malvadões da internet mostram que, na verdade, são apenas crianças precisando de alguns puxões de orelha.

Alanah disse que responder diretamente às provocações não teria levado a nada (e tem razão): “Eles querem que você responda. Se você responde, você dá o que eles querem. É uma espécie de contra-produtivo, especialmente quando eu percebi o quão jovem eles são… A maioria desses meninos tem de 10 a 15 anos.”

Alanah Pearce, a Youtuber que se livrou dos trolls com ajuda das mães deles!

As mães que a responderam, coitadas, pediram mil desculpas pelo comportamento absurdo dos filhos e prometeram falar com eles (prevejo alguns castigos). Uma mãe, em particular, ficou tão chocada com o comportamento de seu filho que o obrigou a fazer um pedido de desculpas pessoal a Alanah.

“Ela fez ele escrever, à mão, uma carta e ela também falou com outros pais da sua comunidade. Agora ela organizou uma palestra na escola para falar sobre assédio on-line e assédio moral, e tentar fazer com que outros pais sejam mais conscientes do que seus filhos estão falando online.”

Talvez o que esteja faltando na internet seja esse tipo de atitude, para ensinar de uma vez por todas às crianças e adolescentes que cyberbullying e ameaças não são brincadeira.

Só pelas atitudes dela, já virei fã da garota e vou acompanhar seu trabalho! Aqui estão suas redes sociais, pra quem se interessar:

Leia mais Textões da Louise