Os filmes nacionais que disputam a vaga para Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2015

O cinema brasileiro já tem os títulos que disputam a vaga para representar o país na cerimônia do Oscar. O Ministério da Cultura anunciou 18 filmes brasileiros que concorrem a uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro em 2015.

Confira os títulos:

A Grande Vitória

A Grande Vitória

Direção: Stefano Capuzzi
Sinopse: Max Trombini (Caio Castro) teve uma infância humilde e conturbada. Abandonado pelo pai ainda hoje, ele foi criado pela mãe e pelo avô, que morreu quando tinha 11 anos. Revoltado, passou a se envolver em diversas confusões em sua cidade natal, Ubatuba, e depois em Bastos, onde passou a morar. Foi através do aprendizado das artes marciais, em especial o judô, que ele conseguiu se estabelecer emocionalmente e construir uma carreira que fez com que se tornasse um dos principais técnicos do esporte no Brasil.

A Oeste do Fim do Mundo

A Oeste do Fim do Mundo
Direção: Paulo Nascimento
Sinopse: Leon (César Troncoso) é um homem introspectivo que vive em um velho posto de gasolina, perdido na imensidão da estrada transcontinental entre a Argentina e o Chile. Seu único amigo é Silas (Nelson Diniz), um brasileiro que volta e meia o visita para trazer peças para consertar a moto dele. Um dia, a paz de Leon é abalada com a chegada de Ana (Fernanda Moro), uma mulher que escapou da tentativa de abuso sexual de um caminhoneiro com quem tinha pego carona. Sem ter para onde ir e no meio do deserto, Ana recebe abrigo de Leon inicialmente para apenas um dia. Só que o tempo passa e ela não consegue sair do local.

 Amazônia

Amazônia
Direção: Thierry Ragobert
Sinopse: Castanha (voz de Lúcio Mauro Filho) é um macaco prego, criado em cativeiro, que é liberado na Floresta Amazônica. Seguindo o ponto de vista do animal, o documentário revela os mistérios da fauna e da flora da região, destacando dificuldades enfrentadas pelo animal e ainda algumas amizades, como a com a macaca Gaia (Isabelle Drummond).

Dominguinhos

Dominguinhos
Direção: Mariana Aydar, Eduardo Nazarian, Joaquim Castro
Sinopse: Um retrato do sanfoneiro, cantor e compositor Dominguinhos (1941 – 2013), discípulo de Luis Gonzaga e autor de sucessos como “Eu Só Quero um Xodó”, “Gostoso Demais”, “De Volta Pro Aconchego” e “Lamento Sertanejo”. Sua obra revive em imagens de arquivo, derramando uma história que se multiplica em sons, versos e beleza.

Entre Nós

Entre Nós
Direção: Paulo Morelli
Sinopse: Sete jovens amigos escritores viajam para uma casa de campo para celebrar a publicação do primeiro livro do grupo. Lá, eles escrevem cartas para serem abertas dez anos depois. A viagem acaba em uma tragédia após a morte de um dos amigos. Mesmo assim, eles se reúnem dez anos depois para lerem as cartas.

Exercício do Caos

Exercício do Caos
Direção: Frederico Machado
Sinopse: Um pai autoritário vive com suas três filhas adolescentes em uma fazenda afastada, no interior do Maranhão. As meninas sofrem com a ausência da mãe, supostamente desaparecida, e ao mesmo tempo precisam lidar com a exploração de um capataz, que se aproveita da sua inocência e fragilidade.

Getúlio

Getúlio
Direção: João Jardim
Sinopse: A intimidade de Getúlio Vargas (Tony Ramos), então presidente do Brasil, em seus 19 últimos dias de vida. Pressionado por uma crise política sem precedentes, em decorrência das acusações de que teria ordenado o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda (Alexandre Borges), ele avalia os riscos existentes até tomar a decisão de se suicidar.

 Hoje eu quero voltar sozinho

Hoje eu quero voltar sozinho
Direção: Daniel Ribeiro
Sinopse: Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe super protetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Jogo de Xadrez

Jogo de Xadrez.min
Direção: Luis Antonio Pereira
Sinopse: Mina (Priscila Fantin) está presa por fraudar a Previdência Social e além de se defender das outras detentas precisa escapar da vigilância do diretor da penitenciária (Tuca Andrada). O crime envolveu um senador (Antonio Calloni), que tenta de todas as formas impedir que sua participação venha à tona.

Minhocas

Minhocas
Direção: Paolo Conti, Arthur Nunes
Sinopse: Júnior (Cadu Paschoal) é uma jovem minhoca que não consegue fazer amigos, já que todos os que conhece o consideram mimado pela mãe. Disposto a provar o contrário, ele desafia um dos que o provoca para um desafio envolvendo um arriscado salto sobre um penhasco. Entretanto, antes mesmo da disputa começar, Júnior e Nico (Yago Machado) são levados para a superfície por uma escavadeira. Longe de casa e em um ambiente hostil, eles acabam encontrando o vilão Big Wig (Daniel Boaventura), um tatu bola que deseja transformar as minhocas em escravos.

Não pare na pista: a melhor história de Paulo Coelho

Não pare na pista a melhor história de Paulo Coelho
Direção: Daniel Augusto
Sinopse: Cinebiografia de Paulo Coelho, o filme se concentra em três momentos distintos da carreira do escritor: a juventude, nos anos 1960 (período em que é vivido pelo ator Ravel Andrade); a idade adulta, nos anos 1980 (Júlio Andrade); e a maturidade, em 2013, quando refaz o Caminho de Santiago (Júlio Andrade, maquiado). Usando como base depoimentos do próprio Paulo Coelho, a história perpassa os momentos mais marcantes da vida do autor, como os traumas, a relação com as drogas e a religião, sexualidade e a parceria com o músico Raul Seixas.

 O Homem das Multidões

O Homem das Multidões
Direção: Marcelo Gomes, Cao Guimarães
Sinopse: Belo Horizonte, Minas Gerais: duas estórias de solidão diferentes. Juvenal (Paulo André) , condutor de trem do metrô, enfrenta a impossibilidade de estar só. Para se sentir melhor, ele se mistura na grande multidão da cidade. Margô (Sílvia Lourenço), controladora de estação do metrô, não consegue se desprender das redes sociais, trocando o mundo real pelo mundo virtual.

O Lobo Atrás da Porta

O Lobo Atrás da Porta
Direção: Fernando Coimbra
Sinopse: O desaparecimento de uma criança faz com que seus pais, Bernardo (Milhem Cortaz) e Sylvia (Fabiula Nascimento), vão até uma delegacia. O caso fica a cargo do delegado (Juliano Cazarré), que resolve interrogá-los separadamente. Logo descobre que Bernardo mantinha uma amante, Rosa (Leandra Leal), que é levada à delegacia para averiguações. A partir de depoimentos do trio, o delegado descobre uma rede de mentiras, amor, vingança e ciúmes envolvendo o trio.

O menino e o mundo

O menino e o mundo
Direção: Alê Abreu
Sinopse: Um garoto mora com o pai e a mãe, em uma pequena casa no campo. Diante da falta de trabalho, no entanto, o pai abandona o lar e parte para a cidade grande. Triste e desnorteado, o menino faz as malas, pega o trem e vai descobrir o novo mundo em que seu pai mora. Para a sua surpresa, a criança encontra uma sociedade marcada pela pobreza, exploração de trabalhadores e falta de perspectivas.

 O menino no espelho

O menino no espelho
Direção: Guilherme Fiúza Zenha
Sinopse: Belo Horizonte, anos 1930. Fernando (Lino Facioli) é um garoto de 10 anos que está cansado de fazer as coisas chatas da vida. Seu sonho era criar um sósia, que ficasse com estas tarefas enquanto ele poderia se divertir à vontade. Até que, um dia, é exatamente isto que acontece, quando o reflexo de Fernando deixa o espelho e ganha vida.

Praia do Futuro

Praia do Futuro.min
Direção: Karim Aïnouz
Sinopse: Praia do Futuro, Ceará. Donato (Wagner Moura) trabalha como salva-vidas. Seu irmão caçula, Ayrton (Jesuita Barbosa), tem grande admiração por ele, devido à coragem demonstrada ao se atirar no mar para resgatar desconhecidos. Um deles é Konrad (Clemens Schick), um alemão de olhos azuis que muda por completo a vida de Donato após ser salvo por ele. É quando Ayrton, querendo reencontrar o irmão, parte em sua busca na fria Berlim.

Serra Pelada

Serra Pelada
Direção: Heitor Dhalia
Sinopse: 1980. Juliano (Juliano Cazarré) e Joaquim (Júlio Andrade) são grandes amigos que ficam empolgados ao tomar conhecimento de Serra Pelada, o maior garimpo a céu aberto do mundo, localizado no estado do Pará. A dupla resolve deixar São Paulo e partir para o local, sonhando com a riqueza. Só que, pouco após chegarem, tudo muda na vida deles: Juliano se torna um gângster, enquanto que Joaquim deixa para trás os valores que sempre prezou.

VEJA TAMBÉM: Curiosidades sobre o filme Serra Pelada (2013)

Tatuagem

Tatuagem
Direção: Hilton Lacerda
Sinopse: Recife, 1978. Clécio Wanderley (Irandhir Santos) é o líder da trupe teatral Chão de Estrelas, que realiza shows repletos de deboche e com cenas de nudez. A principal estrela da equipe é Paulete (Rodrigo Garcia), com quem Clécio mantém um relacionamento. Um dia, Paulete recebe a visita de seu cunhado, o jovem Fininha (Jesuíta Barbosa), que é militar. Encantado com o universo criado pelo Chão de Estrelas, ele logo é seduzido por Clécio. Não demora muito para que eles engatem um tórrido relacionamento, que o coloca em uma situação dúbia: ao mesmo tempo em que convive cada vez mais com os integrantes da trupe, ele precisa lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura.

VEJA TAMBÉM: 10 filmes nacionais que mereciam um OSCAR

Confesso que não foram muitos os filmes nacionais que eu valorizei e fui até o cinema assistir. Mas sempre é tempo de mudar, né? Por isso, vou fazer algumas perguntas e preciso das respostas sinceras de vocês, beleza?

1) Quais dos filmes citados você assistiu no cinema?
2) Quais dos filmes citados você assistiu via locadora torrent?
3) Quais dos filmes citados você indicaria para resenhas no PL?

Por Louise


VEJA TAMBÉM:

COMENTE:

© 2019 Proibido Ler. Todos os direitos reservados.