5 ótimos filmes apocalípticos

5 meses atrás ( 31/03/2017 )

Pensar em como a nossa espécie vai viver o “amanhã” sempre foi uma grande vertente da sétima arte. A curiosidade em simular o desconhecido é enorme, muitos filmes de ficção cientifica até conseguiram acertar algumas tecnologias que desfrutamos hoje, porém, outros passaram longe e exageraram na tentativa de nos mostrar como seria o futuro.

Obviamente, tudo se trata de ficção e, claro, isso tudo faz parte e se enquadra nos produtos da sétima arte. Antes de ver o fim do mundo nas telonas ou um mundo pós apocalipse, nós fomos agraciados por grandes obras de escritores como H. G. Wells, Isaac Asimov e Júlio Verne. Em 2015 tivemos um dos filmes mais célebres do gênero e que arrebatou seis Oscar, Mad Max: Estrada da Fúria (2015).

Pensando em outros filmes semelhantes, selecionamos cinco ótimos filmes apocalípticos.

Wall-E (2008)

5-otimos-filmes-apocalipticos

Um daqueles filmes da Pixar de encher os olhos d’agua. Qual é o filme da Pixar que não faz isso, né? Dirigido por Andrew Stanton (mesmo de Procurando Nemo), a animação conta a história de um robô chamado WALL·E, que foi criado no ano de 2100 para limpar a Terra coberta por lixo. Ele se apaixona por um outro robô, chamado EVA, e a segue para o espaço em uma aventura que irá mudar seu destino e o destino da humanidade. Este foi o primeiro filme da Pixar a ter segmentos com atores reais e a maioria dos personagens não possuem uma voz humana, eles se comunicam por linguagem corporal e por sons que lembram vozes, criados por Ben Burtt.

Mad Max: Estrada da Fúria (2015)

5-otimos-filmes-apocalipticos4

Esse é o filme que fui usado de gancho para essa lista. Foi também um dos últimos filmes lançados recentemente, que superou a expectativa de muita gente. A franquia Mad Max inteirinha caberia aqui, mas vamos dar atenção para o mais recente. Dirigido e escrito por George Miller, o quarto filme da franquia Mad Max, se passa em um vasto deserto de um futuro pós-apocalíptico onde gasolina e água são bens valiosos. Max Rockatansky se junta a Imperatriz Furiosa para fugir do tirano Immortan Joe e seu exército dentro de um caminhão tanque. Desesperado com a sua perda, o Senhor da Guerra reúne o seu psicodélico exército e inicia uma impiedosa perseguição aos rebeldes e cria a mais implacável Guerra na Estrada de sempre.

Zumbilândia (2009)

5-otimos-filmes-apocalipticos5

Um filme que junta duas temáticas bacanas: Fim do Mundo e Apocalipse Zumbi. Além de divertido, tem cenas de ação que empolgam e tudo começou por causa da doença da “vaca louca”. Ela, por sua vez, se transformou em em “doença da pessoa louca” que se tornou “doença do zumbi louco”, que invadiu toda a população dos Estados Unidos, transformando os americanos em zumbis. Dirigido por Ruben Fleischer, o longa traz uma premissa já batida nos produtos com a mesma temática: alguns sobreviventes em um mundo pós-apocalíptico dominado por zumbis tentando encontrar um lugar que não tenha a praga. A grande sacada do filme além do que já foi dito no inicio, está em seu elenco estrado por: estrelado por Woody Harrelson, Jesse Eisenberg, Emma Stone e Abigail Breslin com participação especial de Bill Murray.

No Limite do Amanhã (2014)

5-otimos-filmes-apocalipticos6

Adaptado do mangá “All You Need Is Kill“, de Hiroshi Sakurazaka, No Limite do Amanhã é um filme que prima pelas cenas de ação e pela direção de Doug Liman. Tom Cruise e Emily Blunt dão um show de interpretação e a trama faz você imergir na história como em nenhum outro filme do gênero. A fita conta a história onde a Terra está dominada por alienígenas e o major Bill Cage, um relações públicas das Forças Armadas dos Estados Unidos, é obrigado a ir para a linha de frente. Inexplicavelmente, ele acaba preso em um ciclo do tempo, revivendo repetidamente sua última batalha. No entanto, quanto mais vezes ele luta, suas habilidades de guerreiro melhoram e ele fica mais perto de descobrir como derrotar o inimigo.

Planeta dos Macacos: O Confronto (2014)

5-otimos-filmes-apocalipticos2

Se você se encantou com Planeta dos Macacos: A Origem (2011), terá um upgrade em Planeta dos Macacos: O Confronto (2014) e tudo pretende melhorar ainda mais na sequência que estreia em breve. Dirigido por Matt Reeves, o longa se passa após os eventos que ocorreram no primeiro filme. 10 anos se passaram e César está vivendo em uma sociedade no parque florestal próximo a San Francisco, que, por sua vez, está totalmente dizimada. O mundo, agora, é pós-apocalíptico e habitado por duas raças: os macacos e os humanos que conseguiram sobreviver ao vírus proveniente do ALZ-113, conhecido como Símio. Numa sociedade onde todos querem é viver bem, proteger sua família e amigos é o básico de qualquer espécie. Isso é o que encontramos do lado dos macacos, que estão caçando, aprendendo com os mais velhos e cuidando uns dos outros, tudo isso sob o comando de César (Andy Serkis). Desta vez, César está mais maduro, suas expressões estão mais marcantes e existe a preceita do líder, com todo aquele ar de superioridade junto com o lado “paizão” de todo mundo. Do outro lado, temos os sobreviventes, liderados por Dreyfus (Gary Oldman) vivendo na cidade devastada e com os recursos escassos. E é por causa desse recursos escassos, pela sobrevivência e da luta pela supremacia das espécies que os humanos e macacos vão viver um grande confronto.


© 2017 Proibido Ler | Feito com Wordpress - Desenvolvimento por Dk Ribeiro & Baruch Vitorino